Onde está ele…?

Teme-se que não seja previsto, na futura lei do aborto, um aconselhamento obrigatório às mulheres que queiram abortar.
O grupo parlamentar do PS pretende, na futura  lei que liberalizará o aborto até às 10 semanas, que não exista qualquer tipo de aconselhamento obrigatório.

Infelizmente, e como já em texto anterior referi, deste governo espera-se tudo. Não há como confiar…

Esta tomada de decisão contraria totalmente as declarações publicamente emitidas por vários dirigentes do PS (e do próprio José Sócrates) na fase final da campanha.

É perturbador ver tão grave disparidade entre promessas e sua efectivação, em domínio tão delicado como é o da Vida humana…

Uma decisão desta natureza (querer abortar) tem de ser acompanhada! Até porque a lei não deve servir apenas para despenalizar o aborto até às 10 semanas. Deve verificar-se uma evolução da legislação penal que conduza, não apenas à eliminação do aborto clandestino, mas que crie condições para que a mulher seja melhor apoiada e aconselhada!
Tem de ser criado um aconselhamento à mulher, e obrigatório! Não pode simplesmente não haver conselho ou haver um aconselhamento meramente informativo!
E mais, se não for um aconselhamento em defesa da vida, nesse caso não se poderá olhar para o aconselhamento como algo que não seja afinal uma autêntica liberalização do aborto. Na verdade, só não o será se um aconselhamento obrigatório existir no sentido de defender a vida!

Apelo a todos aqueles que – apesar de tudo o que se escreveu e disse nestas últimas semanas (no meu blog, noutros blogs, na tv, nos jornais, palestras, etc.) – votaram Sim, para que tomem verdadeira consciência da porta que abriram ao cometimento das maiores  barbáries e atentados à vida humana indefesa, a que viremos a assistir no futuro, se não imperar a sensatez e a sabedoria.

Já que não houve bom senso para escutar a voz dos que alertavam para a razão – na altura própria, a do referendo -, que prevaleça agora a previdência e a cautela para evitar ou minorar ao máximo os efeitos deste grave drama social, que os apoiantes do Sim acabaram por permitir, ao desprezarem os conselhos daqueles que conhecem bem as artimanhas dos que jogam com a mentira.

Que os portugueses – os do Sim e os do Não – se saibam unir numa causa comum : a defesa da Mulher e da Mãe, e de seu filho!

Explore posts in the same categories: Aborto, Direito, Vida

One Comment em “Onde está ele…?”

  1. M.Júnior Says:

    Incentivo o autor e comentadores do blogue a prosseguir a luta em defesa da dignidade da Mulher e da Mãe, e em defesa da Vida do filho! A verdade não tem duas faces, mas apenas uma só.

    Mais uma vez, o Povo Português pode verificar que a gente que o (des)governa usa, sem pudor, da trapaça e da vileza para atingir os seus pérfidos fins… Pura manobra política esta de mentir aos portugueses. Já se tornou um hábito destes políticos das esquerdas – aliás, não um hábito, é da cartilha política deles.

    Se dissessem a verdade, as pessoas votariam noutro sentido. Por isso, têm de procurar enganá-las com a asquerosa mentira. Depois, logo se vê… Eles sabem que a memória é curta – e os charlatães conseguem convencer os menos atentos. Já agora, na Bíblia fala-se muito no pai da mentira – nós, católicos, sabemos quem é…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: